Tecer

Teço destino que te atraia
Vontade que não se cala
Certeza pulsante em mim

Peço via runas ou mandalas
Simbologias astrais
Uma ajuda para o sucesso
Desse nosso encontro

Quero te embalar no meu peito
Proteger-te de todo mal
Fazendo assim
Protejo-me dos meus males.

Anúncios

Trem, de fora e dentro.

Trem desgovernado
Trilhos espinhosos
Viagem demorada
Estação fantasmagórica

Pra onde esse trem segue?
Quem viaja no meu vagão
Tenho medo do outro lado
Onde está a exatidão?

Das coisas que.nada sei
De tudo que eu pensei
Nada
Tudo

Certo ou errado.
Pare, desça.
Caminhe para o outro lado
Que lado?

O lado de dentro
Use os trilhos
Adentre o vagão
Va encontrar a si.

Persona – Mar revolto

Minha persona revolta
Transfigura em calmaria
De forma eloquente.
Chego a acreditar
Mar revolto
Ondas desdobrando no infinito. Tempestades.
Me desfaço.
Faço
Falo ao vento
Calo – me
Um grito de silêncio
Ecoando aos quatro ventos
O Silêncio que fere.

Bossa – Fossa

O estado lastimável em que me encontro,
Não condiz com o meu ser.
Meu coração outrora tão imponente e garboso, ao fazer o seu batucar,
Agora anda tristonho e descompassado. O seu batucar virou Bossa,
Fossa.

image