Ar demais

Já não sei mais
Arde mais
Ar de mais
Já não saio da porta pra fora

Arde mais
Ar de mais?
Já não sei
A liberdade presa
Já não saio de mim
Existe uma multidão
Mas, não tem ninguém.
Se não, fantasmas
Até quando existirá essa mentira?
Tirem as máscaras
Você chora a noite ?
Você sabe o que quer?
O pão que alimenta, atormenta.
A tormenta que vem
Também vai
Tem medo de ficar só
Mentira?

Liberta Quae Sera Tamen

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s